Quais são os tipos de stakeholders?

Quais são os tipos de stakeholders? Criado pelo filósofo norte-americano Robert Edward Freeman, stakeholder é um conceito que se refere a uma pessoa ou organização que, de algum modo, foi afetada pelas escolhas feitas por uma instituição (empresa).

Na língua portuguesa, o termo stakeholder significa “parte interessada”. Ao longo deste texto, você entenderá melhor essa teoria e saberá quais são os tipos que existem.

Primeiramente, acessem: O que é um stakeholder?

O que são stakeholders e para que eles servem?

Para que eles servem ou Stakeholders
O que são stakeholders e para que eles servem?

Entender a teoria dos stakeholders é algo bem simples. Para que uma organização (empresa) prospere, ela precisa pensar em todas as partes que podem ser afetadas por seus projetos: investidores, clientes, comunidades, funcionários, entre outras.

Todos esses grupos podem ser tratados como stakeholders.

Grande parte das organizações priorizam apenas os números, pois elas querem aumentar o seu lucro o máximo que puderem. A teoria veio para alterar essa linha de raciocínio.

A partir dessa teoria, as empresas passarão a analisar os grupos que serão afetados direta ou indiretamente pelas escolhas que elas fazem.

Um exemplo simples é o cidadão comum. Por exemplo, se ele se torna cliente de algum banco, ele automaticamente se transforma em um de seus stakeholders.

A razão para isso é simples: qualquer decisão que a instituição bancária tomar pode causar um grande impacto na vida daquele cliente.

Esse impacto pode ser positivo ou negativo.

Para resumir, qualquer pessoa cuja vida é afetada pelas ações de uma empresa se torna um stakeholder para a instituição. Robert E. Freeman afirma que, para que as empresas consigam bater suas metas, elas devem criar meios que beneficiem todas as partes interessadas.

 

Tipos de stakeholders

Um stakeholder pode ser influenciado por uma empresa de várias maneiras. Dessa forma, é possível que uma organização tenha stakeholders primários e secundários. Um exemplo de stakeholder primário é o shareholder, pois, ao mesmo tempo em que ele é influenciado pela empresa, ele a influência de forma direta com seus investimentos.

 

Stakeholders Primários

Stakeholders Primários
Stakeholders Primários

 

Outros exemplos de stakeholders primários são os funcionários, clientes, fornecedores e sócios da empresa.

Todos esses grupos podem trocar influências diretas com uma organização e são cruciais para o seu funcionamento.

 

Stakeholders Secundários

Stakeholders Secundários
Stakeholders Secundários

Por outro lado, entidades do governo, ONG’s (Organizações não Governamentais), órgãos de imprensa e outros tipos de instituições são vistas como stakeholders secundárias.

Mesmo que uma organização consiga influenciar esses grupos de algum modo, eles não são tão cruciais a ponto de fazer uma empresa atingir seus objetivos ou não.

Dependendo da situação, pode alternar o seu nível de importância. Por exemplo, uma empresa pode olhar para uma determinada comunidade e tratá-la como um stakeholder secundário.

Contudo, essa mesma empresa pode criar um novo projeto que causará um grande impacto no dia a dia daquela região. A partir desse momento, a comunidade deixou de ser um stakeholder secundário e passou a ser um stakeholder primário.

Por exemplo, suponha que uma empresa resolva construir uma fábrica em uma comunidade.

Por causa dessa construção, a geografia da comunidade será totalmente afetada assim como a vida cotidiana dos moradores.

A partir desse momento, a comunidade que era vista como secundária, e passará a ser tratada como uma primário. A razão para isso é que a construção daquela fábrica terá grande influência na vida dos moradores e da região como um todo.

O conceito é bem simples: qualquer tipo de stakeholder, seja ele primário ou secundário, pode mudar de classificação de uma hora para outra. Isso tudo irá depender do projeto que uma determinada organização elaborou e da influência que ele causará naquele stakeholder.

 

Tipos de stakeholders internos e externos

Além dos primários e secundários, também existem os stakeholders internos e externos. Basicamente, os internos são aqueles que ficam na parte interna da empresa. Nesse grupo ficam os acionistas, os colaboradores e os líderes da organização.

Por sua vez, os stackholders externos são aqueles que não fazem parte do ambiente interno da empresa, porém interagem com ela de algum modo. Abaixo, veja uma lista com alguns exemplos de externos:

  • Governo;
  • Concorrentes;
  • Clientes;
  • Mídia;
  • Fornecedores;
  • Sindicatos;
  • ONGs.

Gustavo Oliveira Mattos

Meu nome é Gustavo Oliveira Mattos, sou apaixonado por Empreendedorismo e sou colunista da Stakeholder News, empresa especializada em soluções de tecnologia, Marketing e Empreendedorismo para pequenas e médias empresas, ajudando profissionais em fases iniciais e intermediárias de suas carreiras, e pequenas e médias empresas.