Manutenção de tubulações industriais: veja sua importância

Quando falamos em manutenção o melhor a se pensar é que seja feito de forma preventiva e não, corretiva. No entanto, é necessário conhecer e entender sobre a importância das manutenções, quando e como devem ser realizadas, para proporcionar a correta utilização das tubulações industriais.

Preparamos esse artigo para você conferir as principais informações sobre a manutenção e assim, tirar todas as dúvidas que possam existir. Confira o artigo na íntegra.  

O que são as tubulações industriais

Tubulações industriais são na verdade, um conjunto de tubos, válvulas e conexões que estão voltados para a realização de um processo industrial. 

Geralmente envolvem a distribuição de gases, óleos, vapores, lubrificantes e líquidos industriais. Podem ser utilizadas em indústrias de processamento em diferentes setores como, por exemplo, indústrias químicas, petroquímicas, refinarias, no setor de alimentos e farmacêuticos.  No dia a dia das indústrias esse processo de transporte possui enorme importância para as indústrias. 

Logo abaixo vamos tratar rapidamente sobre os diferentes tipos de tubulações industriais.

O tubo de aço é conhecido como um dos mais importantes e chega a representar 90% das tubulações industriais.

Veja também: O que são incentivos fiscais para construção civil?

Essas tubulações são geralmente utilizadas para o transporte de água, óleos, gases e outras substâncias químicas. Os tubos de aço conseguem ofertar diferentes vantagens além de elevada versatilidade.

Existem ainda os tubos conhecidos como sem costura e que são utilizados em várias metragens com um componente essencial para a transmissão de oleodutos e ferramentas de perfuração, em que não é possível realizar o processo de perfuração.

Por sua vez os tubos chamados de tubos com costura, podendo ser longitudinal ou espiral, são fabricados através do processo de soldagem em que, o longitudinal é o mais utilizado dessa modalidade. 

No caso da tubulação em espiral a matéria-prima utilizada é uma bobina que pode ser encontrada em diferentes diâmetros, desde tubos pequenos a tubos de grande porte. 

Manutenção: reparo e prevenção em tubulações industriais

Manutenção: reparo e prevenção

Há quem não acredite, mas a manutenção para prevenção pode sair bem mais em conta do que a manutenção de reparo. Claro que pode variar de setor para setor e item para item, mas em suma, é possível encontrar certa diferença nos preços praticados. 

Existem alguns casos em que não se pode deixar a manutenção para a última hora, como é o caso por exemplo, das tubulações industriais. 

Encontrar uma empresa que faça manutenção preventiva com hidrojateamento, evita muita dor de cabeça que pode ocorrer devido vazamentos e obstruções.

Instalações malfeitas, obra-prima de baixa qualidade ou mesmo, manutenções anteriores que não foram corretamente realizadas podem ser um belo chamariz para solicitar o serviço de manutenção em breve. Outro fator que pode ocasionar a necessidade de um serviço como este é o próprio movimento do terreno da edificação, ocasionando possíveis alterações no material. 

A manutenção no caso das tubulações industriais é de grande importância especialmente, para que não venham a ocasionar danos à estrutura local. 

Leitura recomendada: 9 dicas indispensáveis para contratar um pedreiro autônomo

Em geral a manutenção das tubulações pode ser realizada através de uma limpeza do mecanismo dos tubos e acontece através de limpezas periódicas, utilizado equipamentos específicos de forma que os líquidos novos que deverão passar pelos tubos, não irão entrar em contato com resíduos antigos.

Com a limpeza periódica é possível garantir que as tubulações sejam corretamente utilizadas e ainda, que os líquidos e outros produtos que irão passar por esse mecanismo não irão sofrer alterações que possam danificar a sua utilização.