Como instalar programas no Raspberry Pi?

É mais do que provável, que a maioria de vocês já conheça o dispositivo conhecido como Raspberry Pi. Você sabia que pode instalar programas no Raspberry Pi? Na verdade, é um mini PC que nos será de enorme ajuda para todo o tipo de utilizações, e que você pode , desde profissionais, domésticas, ou mesmo relacionadas ao lazer.

Tudo vai depender muito da versão da placa que temos, do sistema operacional para o qual não celebramos, bem como do software instalado. Como referimos, este é um produto que nos oferece um amplo leque de possibilidades ao nível da sua utilização. Basta ter paciência, um certo conhecimento, e imaginação para alcançar objetivos muito interessantes através de um Raspberry Pi.

Muitos se concentram, em escolher o sistema operacional mais adequado para seus pequenos dispositivos, graças à ampla compatibilidade oferecida. Mas não devemos deixar de lado, pelo contrário, o software que vamos instalar mais tarde aqui. Na verdade, você pode instalar programas no Raspberry Pi, desde aqueles que podem ser considerados essenciais, e que não podem faltar na maioria do Raspberry Pi.

Veja em tecnologia:

É por todas estas razões, que a seguir, vamos listar algumas dessas aplicações, que devemos ter mais do que consideração para tirar partido deste mini PC. E, embora existam muitos tipos de uso que podemos fazer deste produto, existem alguns muito comuns que são extremamente úteis para a grande maioria dos usuários. Além disso, a seguir, vamos expor seu software que não custará um único centavo e que, funcionalmente, nos livrará de mais de um problema quando trabalharmos com um Raspberry Pi.

Instalar programas no Raspberry Pi

Como instalar programas no Raspberry Pi?

Tal como acontece com desktops ou laptops convencionais, um Raspberry Pi nos oferece vários tipos de usos graças ao hardware disponível. Portanto, quando se trata de reproduzir conteúdo multimídia, um dos programas que pode ser considerado crucial é o VLC.

Esta é uma aplicação que permite desfrutar do nosso conteúdo de vídeo e áudio, sem problemas de compatibilidade. Além disso, focando nesses conteúdos multimídia, não devemos perder o editor de fotos de código aberto GIMP. Esta é uma proposta que, para muitos usuários, é a alternativa gratuita ao conhecido Adobe Photoshop.

Contudo, se o que queremos é combinar todos esses arquivos que usamos tanto hoje em um único aplicativo, podemos também optar por instalar e utilizar o centro multimídia Kodi. 

Emuladores: como instalar programas no Raspberry Pi

No entanto, um dos usos mais comuns desse tipo de dispositivo é para jogos retro. Isso nos permitirá ter uma espécie de pequeno console, desfrutando assim dos jogos que nos fazem felizes há anos. Para o conseguir, também podemos utilizar o programa DosBox com o qual temos a possibilidade de desfrutar dos jogos antigos que utilizamos no MS-DOS.

Todavia, existem outros tipos de uso que podemos cobrir com um aparelho com essas características, como o download de arquivos Torrent, para os quais o Transmission atenderá às nossas exigências. E, claro, para cobrir todas as nossas necessidades, nada melhor do que o pacote LibreOffice.

Mas, nesse mesmo sentido, não há dúvida de que uma das soluções mais interessantes que podemos instalar programas no Raspberry Pi é o Retroarch. Nele teremos um bom número de emuladores de jogos antigos que farão as delícias dos mais veteranos.