Project Model Canvas: Guia Completo

Project Model Canvas: Guia Completo | Toda empresa é uma história. Quem quiser investir em uma empresa precisará conhecer esta história. O Project Model Canvas é um formato popular para apresentar a história de sua empresa. Vamos dar uma olhada.

A história de sua empresa não é um estratagema de marketing: não precisa ser nova, inovadora ou inventada. Na verdade, você já tem a história de sua empresa – é o seu modelo de negócios. Confira mais detalhes sobre o Project Model Canvas (PMC) aqui no Stakeholder.

O que é Project Model Canvas?

O PMC é simplesmente uma estratégia que explica como uma empresa pretende ganhar dinheiro. Explica quem é sua base de consumidores e como os fornece com custos e os detalhes envolvidos no financiamento. E permite conceituar estes diferentes elementos em uma página.

O modelo é uma ferramenta de gestão estratégica que lhe permite visualizar e avaliar sua iniciativa ou abordagem de negócios. É um arquivo de uma página que possui 9 caixas que representam diferentes recursos primários de uma empresa. Ele vai além do projeto empresarial clássico que ocupa muitas páginas, oferecendo uma maneira muito mais simples de entender os diferentes recursos primários de um negócio. Algumas razões relevantes para usar:

  • A PMC fornece uma rápida visão geral do modelo de negócios e é desprovida de detalhes desnecessários em comparação com o plano de negócios tradicional.
  • A natureza visual da tela do modelo de negócios facilita a consulta e a compreensão por qualquer pessoa.
  • É mais fácil de editar e pode ser facilmente compartilhado com funcionários e partes interessadas.
  • A tela do modelo de negócios pode ser usada por grandes corporações, bem como por empresas iniciantes com apenas alguns poucos funcionários.
  • Ela esclarece como diferentes aspectos do negócio estão relacionados uns com os outros.

A simplicidade do modelo é o que a torna tão bem sucedida. O modelo é simples, parecendo-se muito com um painel publicitário ou quadro branco. Ela é composta de nove critérios que expressam os traços importantes de caráter para a história de seu negócio, desde quem você conhece até como você ganha dinheiro, até o que você tem.

Quem Constrói o Project Model Canvas?

Apesar do modelo original ter sido criado por Alex Osterwalder, a sua popularização demandou novas atualizações para determinados tipos de negócios e aplicações dentro de um determinado local.

Em função disso, o Project Model Canvas é um exemplo adaptado do modelo inicial, criado pelo brasileiro José Finocchio, cujo foco era sobre como fazer o gerenciamento de projetos mais eficaz e visualmente mais fácil de entender no momento de ser colocado em prática.

Quando Utilizar o PM Canvas?

O modelo é uma ferramenta eficaz, quer sua equipe esteja trabalhando em um novo projeto, quer queira estruturar um projeto já existente. Além disso,  é útil para gerentes de projeto, designers, gerentes de conteúdo, especialistas, desenvolvedores e representantes de clientes. Você pode usar a tela sempre que precisar rapidamente colocar um colega de equipe em dia com um projeto, planejar um novo projeto ou consultar os stakeholders.

Quais os Benefícios de Utilizar o Project Model Canvas?

  1. Simplicidade. Esta folha simples e direta significa que não há preenchimento. Sua tela destaca o básico de seu negócio, portanto, você já deve saber as respostas para a maioria delas. A compilação de informações pode ser esmagadora, mas a tela do modelo de negócio garante um processo simples.
  2. Foco no cliente. Sua tela mostra como você pensa e interage com seu cliente, e pode ajudar a expor quaisquer fraquezas.
  3. Vale para qualquer empresa. Quer você seja uma pessoa em início de carreira ou parte de uma empresa multinacional, a tela do modelo de negócio funciona.
  4. Comunicação mais clara entre os envolvidos no projeto.
  5. Identificação mais evidente dos gargalos onde os problemas acontecem
  6. Maior objetividade na criação de tarefas;

Como Funciona o Project Model Canvas?

O Project Model Canvas é uma forma visual de usar perguntas elementares para formular um gerenciamento estratégico de projetos de um plano de negócios robusto. Dentre as perguntas, estão:

  • Por que (justificativas, objetivos smart, benefícios)
  • Quem (stakeholders e equipe)
  • Como (premissas, grupos de entregas e restrições)
  • O que (produto e requisitos)
  • Quanto e Quando (riscos, linha do tempo e custos)

As perguntas são capazes de formar um modelo visual que abrange os aspectos mais relevantes de um negócio de uma maneira concatenada. Em função disso, é interessante utilizar-se de folhas que ressaltem a representação, seja por meio de cartolina, notas ou post-it com um resumo breve do que significa.

Lembre-se de que o modelo é um mero start do projeto, o que significa que haverá constantes mudanças ao longo do andamento do negócio. Um planejamento correto deve levar em conta o elemento de risco e incerteza, dado as complexidade de aplicar um modelo de negócio na vida real. Conforme as alterações forem acontecendo, você pode mudar o aspecto visual do Project Model Canvas. A depender das perguntas, são abarcadas elementos basilares do negócio.

  • Pitch: apresenta o negócio da forma resumida e os motivos da sua criação
  • Justificativa: apresenta os problemas mais comuns enfrentados pela empresa
  • Objetivos Smart: forma detalhada de traçar os objetivos de uma organização de acordo de acordo com os seguintes critérios:
    • Specific (específico): a meta precisa ter detalhamento a ser feito
    • Mensurable (mensurável): medida específica de alcança da meta
    • Attainable (alcançável): precisa ser eficaz
    • Realistic (realístico): precisa ser factível de ser realizado
    • Time Bound (temporalizável): tempo de realização da meta
  • Benefícios: precisa apresentar quais são as conquistas de organização
  • Produto: o que será gerado pela empresa (produto ou serviço)
  • Requisitos: características do produto ou serviço que gerem valor ao consumidor final
  • Stakeholders: partes interessadas na implementação do projeto e que não estão envolvidos diretamente na concepção do produto ou serviço final
  • Equipe: profissionais que realizam o projeto
    • Exemplo: gerente do projeto, profissional PMO, analista de processos
  • Premissas: proposições teóricas sobre o ambiente e sobre os elementos alheios ao projeto
  • Grupos de entregas: componentes do que será entregue no projeto (produto ou serviço)
    • Relatórios
    • Processos
  • Restrições: limitações do projeto
    • Orçamento limite
    • Tempo disponível
    • Quantidade de membros
    • Ferramentas utilizadas
  • Riscos: eventos externos que possam influenciar positiva ou negativamente um projeto em ordem de prioridade quanto à probabilidade e impactos e suas respectivas respostas.
  • Linha do Tempo: cronograma para cada atividade
  • Custos: despesas estimadas para cada grupo de entrega.

Conclusão

Quando você tiver concluído o Project Model Canvas, você poderá compartilhá-la com sua organização e com as partes interessadas e obter seu feedback também. A tela do modelo comercial é um arquivo vivo, portanto, depois de completá-lo, você deve analisá-lo e certificar-se de que é importante, atualizado e preciso. Que melhores práticas você segue ao gerar um PMC? Compartilhe conosco suas dicas na seção de comentários abaixo.

Bibliografia

Kick Off: Guia para Reunião Eficaz