Como Ser um Jornalista

Como Ser um Jornalista | “Quem quiser derrubar a liberdade de uma nação, deve começar por subjugar a liberdade de expressão”. Benjamin Franklin escreveu isto durante sua luta pela democracia em 1722 como parte de suas críticas mordazes à supressão da imprensa livre por parte da monarquia britânica. Quase 300 anos mais tarde, a mensagem ainda é verdadeira.

Embora seu papel permaneça o mesmo, a aparência da mídia de hoje mudou consideravelmente. O jornalismo cresceu para incluir TV, vídeos e sites de notícias, e se tornou uma profissão altamente especializada. Quer saber como ser um jornalista? Confira mais detalhes no Stakeholder News.

O papel de um jornalista

O que é preciso para ser um jornalista?
O que é preciso para ser um jornalista?

O trabalho de ser um jornalista é manter o público informado sobre notícias atuais, relevantes e importantes. Trata-se de contar histórias de interesse humano que ofereçam perspectivas únicas, entregar fósforos e relatar eventos locais. Como jornalista, você às vezes precisa caçar fatos, entrevistar pessoas famosas, estranhas ou interessantes, e até mesmo desafiar crenças amplamente difundidas.

Mais importante ainda, um bom jornalista é capaz de permanecer imparcial e imparcial. Isto significa fazer perguntas difíceis, compreender ambos os lados dos debates públicos e garantir que cada assunto seja representado e discutido plenamente.

Esta luta pela objetividade é a razão pela qual o jornalismo desempenha um papel tão crucial dentro de nossa sociedade e continua sendo vital para uma democracia que funcione. Seja em matéria de saúde, notícias mundiais ou política, para ser um jornalista, o profissional precisa fornecer conteúdo que o público possa usar para formar opiniões, tornar-se melhor cidadão e votar a partir de um local de conhecimento.

Quando bem feito, o jornalismo age como uma voz que fala a verdade ao poder. Estas ferramentas oferecem ao público a capacidade de manter seus líderes sob controle e responsabilidade. Como o autor inglês Edward Bulwer-Lytton escreveu em 1839: “A caneta é mais poderosa que a espada”.

As principais habilidades para ser um jornalista

Um bom jornalista deve ser um bom contador de histórias. Seja através do jornalismo escrito ou transmitido, você deve ser capaz de expressar assuntos complexos de forma simples e interessante. Você precisará apresentar cuidadosamente as informações de fundo para que qualquer leitor ou espectador possa entender sua história.

Os jornalistas são geralmente pessoas curiosas e analíticas que gostam de aprender coisas novas e explorar novas perspectivas. Investigar é algo que os impulsiona. Um jornalista proficiente deve estar comprometido com a objetividade, a moralidade e a honestidade. Estes valores os encorajarão a fazer as perguntas difíceis.

Como Ser um Jornalista

Uma carreira no jornalismo não é para os fracos de coração. Considere estes desafios:

Concorrência acirrada

O jornalismo está repleto de trabalhadores altamente instruídos e extraordinariamente talentosos. Por causa da importância da posição, muitas pessoas qualificadas entram no campo, o que faz com que o mercado se torne saturado. Isto permite às agências de notícias escolher a nata da safra e ainda oferecer baixos salários.

Horário inconsistente

As horas de trabalho dos jornalistas são imprevisíveis e inconsistentes. Ao cobrir um tópico específico para uma agência de notícias, não há como dizer quando se espera que você arquive uma história ou corrida até o local de um evento. É provável que você compreenda seu campo melhor do que todos os outros e esteja pronto para qualquer notícia notável quando ela se rompe.

Perigo

Um jornalista pode precisar correr para o local de um protesto, acidente ou prisão. Repórteres em países estrangeiros também podem ser enviados para cobrir zonas de guerra, pandemias e desastres naturais. Embora isso dependa de onde e do que você reporta, considere esses riscos antes de iniciar sua jornada jornalística.

Dito isto, a imprevisibilidade da profissão é também o que a torna excitante e diferente de qualquer outro trabalho de escritório. Os jornalistas podem ter a oportunidade de viajar, conhecer pessoas fascinantes e participar de eventos históricos. Embora a remuneração possa não ser alta, vantagens como estas garantem que o trabalho mantenha sua atratividade.

Se não o assustamos, isso significa que você está pronto para começar. Desde o que estudar até as melhores estratégias para entrar em campo, mapeamos como se tornar um jornalista em oito passos claros:

  • Conheça a si mesmo
  • Seja educado
  • Ganhe experiência
  • Fique atualizado
  • Criar uma presença on-line
  • Rede
  • Não se mude imediatamente
  • Comece a aplicar

Conheça a si mesmo – O que preciso para ser uma repórter?

Você é um escritor natural? Você quer fazer vídeos? A primeira coisa que você precisa decidir é que forma de jornalismo você está interessado em perseguir.

Nos últimos anos, no entanto, tem havido uma sobreposição cada vez maior entre estes dois mundos com a popularidade dos sites de notícias, aplicativos e mídias sociais. Muitos jornais, por exemplo, criaram presenças on-line que incluem vídeos e podcasts. No mercado atual, os jornalistas podem navegar mais facilmente de um tipo de jornalismo para outro e de um emprego para outro. Aqui está uma lista de alguns dos papéis mais comuns dentro do campo:

Como ter sucesso na carreira de Jornalismo?

  • Copywriter
  • Gerente de conteúdo
  • Editor de vídeo
  • Fotógrafo
  • Âncora de notícias
  • Gerente de mídia social
  • Repórter

Pense no caminho que lhe parece certo. Definir isto pode ser útil quando se trata de escolher sua educação.

Seja educado

Como ser um bom jornalista
Como ser um bom jornalista

A maioria dos empregos exigirá que você tenha um diploma. Lembre-se, porém, que isto é apenas um passo no caminho e não o ser todo e terminar tudo, até porque o diploma de jornalista passou a ser opcional.

Quando se trata de escolher sua graduação principal, há vários caminhos que você pode seguir. Algumas universidades oferecem a oportunidade de se formar em jornalismo, enquanto outras oferecerão a chance de se formar em jornalismo, mas formar em comunicação.

Um bom programa de jornalismo deve ensinar as seguintes habilidades:

  1. Como fazer pesquisas confiáveis.
  2. Como analisar informações e verificar fatos.
  3. Como entrevistar assuntos.
  4. Como formatar artigos ou segmentos de notícias.
  5. Outras habilidades específicas do setor relevantes para seu foco de jornalismo.

Se você sabe que deseja relatar sobre um tema específico ou cobrir um tema específico, pode ser útil assumir um duplo maior ou um menor no assunto que lhe interessa. Você pode se concentrar em assuntos tão diversos como política, negócios, diplomacia, direito, tecnologia, saúde, arte e esportes. Isto lhe fornecerá informações importantes e ficará ótimo em seu currículo.

Estudo Constante

Qual curso fazer para ser jornalista
Qual curso fazer para ser jornalista: Estudo Constante

Fora da universidade, também há muitas maneiras de se aprender como ser um jornalista por conta própria. Especificamente, você precisa aprender como se tornar um escritor fluido e expressivo – a habilidade fundamental de qualquer papel no jornalismo. Considere estas dicas para refinar sua habilidade de redação:

  • Leia. Muito.
  • Mantenha um diário pessoal. Escreva nele com frequência.
  • Pratique a construção de esboços de artigos.
  • Encontre um parceiro de redação para mantê-lo motivado a escrever.
  • Receba feedback e seja receptivo a ele.
  • Edite você mesmo seu texto.
  • Dê a si mesmo prazos para praticar o trabalho sob pressão.

Em paralelo, tome a iniciativa de aprender qualquer outra coisa que seja necessária para o tipo de jornalismo que você está buscando. Use qualquer ocasião que você tenha para adquirir habilidades de mercado que o ajudarão a se destacar.

Ganhe experiência

Não há melhor maneira de aprender sobre algo do que fazê-lo de fato. Isto, é claro, também se aplica ao jornalismo. A maioria dos empregadores se preocupará mais com sua experiência de trabalho do que com sua formação e verificará se você pode agregar valor à equipe de notícias deles, vendo como você trabalhou em cargos anteriores. Veja aqui como melhorar seu histórico profissional:

Encontre um estágio: O jornalismo é uma empresa com dinheiro a menos, que ama um trabalhador livre! Embora isso signifique que pode haver muitos lugares para encontrar um estágio, também há muita competição pelas boas opções. Apenas certifique-se de encontrar um lugar que lhe permita participar da carga de trabalho real e não o deixe de fora fazendo café.

Por esta razão, pode valer a pena encontrar uma publicação menor, menos competitiva, que lhe permitirá ganhar uma experiência diversificada ao invés de uma empresa de mídia de prestígio que não lhe oferecerá as mesmas oportunidades.

Comece a trabalhar como freelancer: Crie lançamentos e envie-os aos editores. Como freelancer, você terá que ficar um pouco à vontade com uma ou duas rejeições… ou muito mais. Mas é uma ótima maneira de se fazer publicar, aprender sobre o campo e trabalhar suas costeletas de jornalismo. Você encontrará algumas informações acionáveis em nosso guia completo sobre como se tornar um escritor freelance.

Escreva um blog: Crie seu blog, escreva muito e compartilhe-o nas mídias sociais. Relate sobre as bobagens ou sobre os tópicos mais importantes. Basta criar conteúdo e colocá-lo lá fora. Obtenha feedback e aprenda com ele.

Fique atualizado

Se você quiser trabalhar na mídia de ritmo acelerado, você precisará manter-se atualizado no campo. O mundo do jornalismo se move rapidamente. Os ciclos de notícias podem mudar em um piscar de olhos. Certifique-se de não perder nada. Para ficar por dentro de seu jogo, use estas dicas:

Leia as notícias: Assine os aplicativos de notícias on-line e os feeds de notícias de última hora. Leia tudo, não apenas os artigos com as manchetes. Conheça diferentes veículos de mídia e abra sua mente para ouvir opiniões que você nunca considerou.

Ganhe contexto: Para entender completamente as notícias, você precisará de uma boa educação de base. Leia livros e assista documentários. Se as notícias fazem referência a um evento que aconteceu antes de você nascer, procure-as. Quanto mais conhecimento geral você tiver, mais fácil será acrescentar contexto aos seus próprios artigos ou segmentos. Com amplo conhecimento você poderá contar histórias mais ricas, mais densas e com mensagens mais interessantes e importantes.

Acompanhe pessoas de confiança nas mídias sociais: Junte-se ao Twitter e siga repórteres ou ativistas de todo o mundo e de todo o espectro político. Interaja com os políticos. As mídias sociais lhe oferecem a rara oportunidade de estar instantaneamente em contato com aqueles que de outra forma você não encontraria – mesmo que sejam de países e culturas distantes (basta usar as ferramentas de tradução muito convenientes embutidas na maioria das plataformas). Lembre-se de levar o conteúdo das mídias sociais com um grão de sal. Aprender a usar estas novas plataformas pode ser muito útil para manter uma espiga para o pavimento. Mas, ao mesmo tempo, elas podem espalhar desinformação e devem ser usadas de forma responsável.

Usar a tecnologia mais recente: Mantenha o controle da tecnologia e do software que está sendo usado no campo do jornalismo que você está buscando. Se você planeja fazer clipes, por exemplo, aprenda os softwares de edição de vídeo que as empresas de mídia estão usando. Utilize-os para praticar a criação de conteúdo por conta própria.

Crie uma presença on-line

Cultivar uma presença on-line é uma ótima maneira de compartilhar seu conteúdo com um grande público e tornar-se uma voz autorizada sobre um tópico específico.

Reúna seu trabalho em seu próprio site de jornalismo: Mantenha o portfólio atualizado com informações sobre você, seu currículo, artigos publicados e blog. Não se esqueça de integrar suas mídias sociais.

Devido à mistura da mídia moderna, criar um site é uma ótima maneira de divulgar outras habilidades e realizações. É especialmente útil se você é um freelancer. Se você é um jornalista de radiodifusão, você pode apresentar os trechos e clipes que você acumulou com o estágio, universidade ou freelancer. Se você se dedica à fotografia, mostre suas habilidades aqui!

Use as mídias sociais para compartilhar seus pensamentos e artigos: Ter uma forte presença no Twitter, Facebook e Telegrama pode ser uma ótima maneira para que as publicações o informem. Compartilhar seus artigos também pode garantir que eles cheguem a mais pessoas. Como regra geral, é recomendável fazê-lo a partir de perfis profissionais dedicados, que você manterá hermeticamente separados de seus relatos pessoais.

Mas aqui eu sinto a necessidade de adverti-lo: Tenha cuidado com o que você publica. Compartilhe tomadas relevantes, atualizações dignas de notícia e artigos interessantes. Mas mantenha-o profissional e mantenha-o apropriado. Não exagere no Facebook, não descarregue sua raiva no Twitter, e não publique nus no Instagram. As coisas podem ser agarradas na tela e compartilhadas sem que você saiba. Além disso, os empregadores costumam procurar seus candidatos a emprego no Google. Certifique-se de que sua presença on-line os deixará gostar do que eles veem.

Networking

No mundo altamente competitivo do jornalismo, quem você conhece é muitas vezes mais importante do que o que você conhece se quiser aprender como ser um jornalista. Portanto, conheça a multidão certa. As pessoas adoram ter fãs – e os jornalistas não são exceção. Se há jornalistas que você admira muito, estenda a mão!

Hoje, há muitas maneiras de contatar repórteres, seja por e-mail ou mídia social. Se você perguntar a eles, eles podem estar dispostos a sentar-se com você para um café rápido para derramar os grãos (sem trocadilho) sobre os interiores e exteriores do mundo do jornalismo.

Se você puder fazer isso, você pode adquirir conhecimentos cruciais e fazer uma conexão valiosa, que será extremamente útil neste setor. Explique quem você é e o que você está interessado em aprender. Se eles não responderem, não desanimem. Muitos destes jornalistas eram exatamente como você alguns anos atrás. Basta lembrar de ser respeitoso e profissional.

Embora estender a mão para alguém não seja o ideal, também não é o fim do mundo. Se você estiver contatando-os através da mídia social, eles terão a chance de ver seu perfil e seus cargos, e determinar se você parece são o suficiente para se encontrar. Sinta-se livre para enviar-lhes um link para seu portfólio online, para que eles possam ver que você é o verdadeiro negócio.

Você também pode encontrar pessoas dentro do campo participando de eventos públicos, protestos e celebrações. Use o Facebook Events, Eventbrite ou Meetup para encontrar eventos relacionados à mídia que pareçam interessantes. Conheça os outros repórteres no local e faça amigos.

O networking é especialmente útil para os freelancers. Construa relacionamentos com editores para que seus gramados não venham de uma fonte sem rosto. Tente descobrir uma maneira de interagir com eles também offline. Fature o tempo em seu dia para trabalhar em rede. Leve-o a sério. É uma parte enorme e vital da indústria do jornalismo.

Comece a se Inscrever

Você está pronto! Está na hora de se candidatar. Siga estes passos para encontrar seu primeiro emprego no jornalismo. Certifique-se de que seu currículo esteja em ótima forma. Considere estas dicas ao criá-lo:

  • Adicione suas informações relevantes, incluindo sua experiência profissional, educação, habilidades e detalhes de contato.
  • Coloque suas informações mais importantes no topo. Liste sua experiência de trabalho em ordem cronológica inversa.
  • Descreva sua experiência de trabalho em poucas palavras ativas. Vender-se honestamente, mas de forma sedutora. Use os números que puder para quantificar suas conquistas.
  • Mantenha-o sucinto. Não deve ser mais longo que uma página. Os empregadores detestam peneirar longos currículos para encontrar as indicações essenciais.
  • Mantenha as seções fáceis de ler.
  • Torná-lo memorável. Considere criar seu currículo on-line com a Wix ou em um programa como o Canva para adicionar um elemento de design que o faça sobressair.
  • Inclua um link para seu portfólio on-line, bem como qualquer plataforma de mídia social relevante, para que a empresa possa pesquisar mais sobre você. Se você tiver uma página de autor em uma publicação on-line, acrescente isso também ao currículo.
  • Cadastre-se em plataformas como LinkedIn e Glassdoor para receber notificações sobre vagas de emprego relevantes e para pesquisar empresas para ver se elas se encaixam bem. Faça o upload de seu currículo e crie um perfil atraente.
  • Use o Google, as mídias sociais e os quadros de anúncios de emprego para saber sobre as oportunidades disponíveis.

Alcance todos os amigos que você fez ao longo do caminho. Se você já esteve em contato com um editor que gostou e publicou seu trabalho, pergunte se há uma vaga disponível na empresa deles. Fale com colegas estudantes de sua universidade para ver se eles sabem das vagas disponíveis. Diga às pessoas em reuniões que você está procurando um emprego. Diga também a seus amigos, sua família, seu dentista, seu carteiro ou a quem mais você vir.

Uma vez que você se candidate, deixe seu trabalho falar por si mesmo. Mostre-lhes o que você já realizou e o quanto você é um trabalhador esforçado. Finalmente, seja humilde, preparado para aprender e pronto para se esforçar. O caminho do jornalismo é um caminho desafiador, mas que vale a pena. Agora que você sabe como ser um jornalista de sucesso, deixe um comentário logo abaixo!

A certificação estimula o desenvolvimento pessoal