O que é Lavra? O que você precisa saber

Já se perguntou o que é lavra? A lavra pode ser definida como um conjunto de operações cujo objetivo é aproveitar uma jazida de minério.

A lavra pode ser classificada em lavra a céu aberto e lavra subterrânea, com diferentes métodos e operações, a fim de realizar a extração do minério, além de variar conforme o tipo e forma do minério. Confira mais detalhes em nossa sessão de Notícias!

O que é lavra a céu aberto?

A extração do minério nesse grupo ocorre através da escavação na superfície, ou seja, sua indicação é para os minérios que estão em camadas superficiais.

Geralmente a espessura de estéril é pequena ou sua estrutura geológica dificulta a abertura dos túneis, então sobre o que é lavra segue abaixo mais explicações.

Acesso ao minério

O caminho até o minério é realizado por decapeamento, onde acontece a remoção e também o transporte do solo superficial, após a remoção do solo de alteração.

Principais substâncias e minerais

Através da lavra a céu aberto são extraídos: Feldspato, Talco, Caulin, Quartzo, Mica, Argilas, Turmalina, Esmeralda, Diamante, Brita, Areia, Ouro e Cascalho.

O que é lavra e seus principais métodos

Bancadas

Na superfície são criadas camadas horizontais. Deste modo, o estéril extraído é assentado em pilhas adjuntas da cava.

As bancadas são feitas de taludes, e seus tamanhos são calculados conforme tamanho do minério útil e inútil.

Portanto, quanto maior a bancada, mais suave será o ângulo a fim de evitar instabilidade.

Tiras

O estéril extraído é colocado em cortes feitos anteriormente em outros processos da lavra. Dessa maneira, é mais aceito na produção em maior escala, o fato se deve ao preço mais em conta, e ao mesmo tempo sua alta produtividade.

Em consequência disso é bastante utilizado na exploração de betuminoso, fosfato, xisto e carvão.

Pedreiras

Sua utilização geralmente para minerais e rochas, seu maior uso na construção civil. Ainda possuem pouca profundidade sendo o estéril tratado e depois guardado.

Lavra a céu aberto: vantagens e desvantagens

Vantagens:

  • Uso de ótimos equipamentos o que contribui para o aumento da produção;
  • Observação e supervisão facilitadas;
  • Iluminação, escoamento e higiene também são facilitados.

Desvantagens:

  • Utilização de grande área, para construção de barragens de rejeitos e depósitos de estéreis;
  • O trabalho é influenciado pelas condições climáticas;
  • Maior gasto com a recuperação ambiental devido o impacto de grande proporção na natureza.

Lavra subterrânea

Como o próprio nome sugere, a extração ocorre de forma subterrânea, sua indicação é justamente para os minerais que somente são encontrados no interior da terra.

Portanto, para que a extração ocorra bem a mina necessita de operações auxiliares prevalecendo o bem estar e segurança, são essas: ventilação, suprimentos, escoramento de teto, comunicação, energia elétrica, manutenção da mina, sinalização de emergência, controle de ruídos, drenagem e bombeamento de água.

Acesso à mina

O acesso à mina é realizado através de poços verticais, que são chamados de shafts. Peles shafts passam os equipamentos, minério, suprimentos e pessoas.

Por meios dos shafts é que são criadas as galerias horizontais a fim de exploração do minério, essas galerias são chamadas de drifts.

Principais substâncias e minerais

Feldspato, ouro, quartzo, esmeralda, turmalina e mica.

Principais métodos

Se divide em 3 grupos, conforme a abertura, galerias e túneis nas rochas encaixantes:

Realce autoportantes

Utiliza materiais simples e existe alta produtividade, além de exigir continuidade e homogeneidade na qualidade dos materiais. No Realce encontramos os métodos: Câmaras e pilares, subníveis e Recuo por crateras verticais.

Suporte das encaixantes

Aqui a produtividade é menor, além de operações conjugadas se fazerem presentes.

Além do mais, existe dificuldade no processo, seja ele, minério, recalque ou enchimento. No suporte das encaixantes temos os métodos: Recalque, e corte e enchimento.

Abatimento

O método do abatimento desenvolve-se usando a gravidade e níveis de pressão que se encontram acima dos blocos de minério. Dentro desse método encontramos: subníveis, blocos e longwall.

Vantagens da mina subterrânea

  • Menor custo com a recuperação da área;
  • O trabalho não é influenciado pelo clima;
  • Sem muita movimentação estéril.

Desvantagens da mina subterrânea

  • Maior probabilidade de acidentes;
  • Menor investimento com a infraestrutura;
  • Maior custo com energia elétrica;
  • Maior dificuldade operacional pelo tamanho das galerias;
  • Mão de obra mais preparada para utilização dos equipamentos.

Operações de Lavra

As operações de lavra têm o intuito de fazer a extração do minério, até ser encaminhado para o beneficiamento. Estas operações são:

Perfuração

Se dá através de máquinas apropriadas para a perfuração, pode ser realizada por métodos como hidráulico ou pneumático.

Desmonte

No desmonte explosivos são utilizados, através dos furos realizados com a perfuração são colocados os explosivos e detonados em seguida. Esse desmonte pode ser hidráulico ou mecânico.

Transporte

Sobre o que é lavra é importante dizer sobre como se dá o transporte. A fragmentação do minério é colocado em transporte próprio como caminhão, vagonete etc. após são levados para deposição a fim de ser tratado.

Qual método é melhor?

Alguns fatores precisam ser analisados no processo de planejamento, alguns desses fatores incluem:

  • Relação estéril e minério;
  • Segurança;
  • Critérios geológico, geográfico, social e ambiental;
  • Segurança;
  • Viabilidade econômica;
  • Condições de segurança;
  • Recuperação do minério;
  • Estabilidade da minha
  • Estrutura geológica;
  • Produtividade máxima.

Regulamentação da Lavra

A regulamentação de qualquer tipo de mineração aqui no Brasil é realizada pela ANM Agência Nacional de Mineração, sendo esta responsável pela exploração, pesquisa, uso sustentável e comércio. No código existe um capítulo inteiro dedicado à lavra.

A agência Nacional de Mineração também regula a atividade de extração de minério através das Normas regulamentadoras de Mineração NRM, sendo que para minas em céu aberto são as duas a seguir:

  • NRM 02 – Lavra a céu aberto
  • NRM 19 – Disposição de estéril, produtos e rejeitos.

No caso das minas subterrâneas temos a NRM 4 – onde é descrito a execução das aberturas, assim como os critérios para o desmonte.

Assim como todo o processo de mineração, apesar de parecer complexo, não é tão difícil de entender o que é lavra.

Espero que tenham gostado do conteúdo, não se esqueçam de compartilhar em suas redes sociais e com os seus amigos. Até a próxima!

Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com o site Mineração Brasil, um site especializado em mineração para você atento sobre o assunto.