Como Fazer Marketing para Dentista

Você tem dúvidas sobre como fazer marketing para dentista? Se a resposta foi sim, este artigo é para você! Para muitos dentistas, o tema marketing odontológico é repleto de incertezas. Houve um tempo em que os dentistas realmente não precisavam fazer muito marketing. Mas os dias de comprar um anúncio nas “Páginas Amarelas” acabaram.

Os pacientes de hoje não costumam abrir a lista telefônica e escolhem um dentista. Eles fazem suas pesquisas online.

É seu trabalho fazer com que eles queiram escolher você. Como? Sabendo como fazer marketing para dentista de forma eficaz.

Existem diversas mídias e estratégias que fazem parte do marketing digital. Porém, para dar os primeiros passos, existem algumas que se destacam.

Neste artigo compilamos uma lista de dicas sobre marketing odontológico, muitas das quais você pode começar a usar agora para trazer mais clientes.

Continue a leitura e confira!

Como Fazer Marketing para Dentista

Sem mais delongas, aqui está a lista que preparamos para te ajudar a implementar o marketing odontológico e conseguir muitos clientes.

1. SEO local

O SEO local é exatamente o que parece: otimizar seu site odontológico e anúncios online para atrair potenciais clientes locais. Ele é a espinha dorsal do marketing digital para clínicas odontológicas. Afinal, as pessoas gostam de visitar os profissionais de saúde próximos a elas.

Isso não quer dizer que todas as clínicas odontológicas sejam iguais a sua. Você provavelmente oferece serviços específicos ou usa certas ferramentas e tecnologias que as clínicas concorrentes não usam. No entanto, lembre-se de que os potenciais clientes podem não conhecer os detalhes específicos de procedimentos ou técnicas odontológicas específicas.

Eles não se importam muito se você é uma autoridade em procedimentos de tratamento de canal ou como um método de esterilização de alta tecnologia se difere do outro. Em vez disso, os clientes gostam de fazer compras locais. Eles querem um dentista de bairro amigável que os trate com cuidado e compaixão.

Enfatize esse elemento local intangível em seu marketing digital. Identifique-se como um consultório dentário local e as pessoas aprenderão a confiar em você.

2. Mídia Social Orgânica

Criar uma página de negócios no Facebook, postar atualizações de status ou imagens, tweetar regularmente – todas essas são formas de marketing orgânico de mídia social.

No jargão do marketing digital, “orgânico” significa “gratuito”. Mídia social orgânica refere-se a todos os recursos gratuitos oferecidos por plataformas de mídia como Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn e assim por diante.

E com mais pessoas do que nunca usando o Facebook e o Instagram para verificar coisas como o horário de funcionamento de uma empresa ou serviços atuais, ignorar a mídia social é deixar um pedaço considerável de publicidade digital gratuita sobre a mesa.

Sua página de negócios no Facebook também exibe seu endereço, detalhes de contato e assim por diante, tornando-se crucial para listar sua clínica localmente.

Além disso, com uma página no Facebook com algumas avaliações brilhantes de clientes, sua clínica parecerá profissional e confiável. Mas, sem isso, você corre o risco de parecer indigno de confiança.

Se todo dentista local, exceto um, tiver avaliações fortes de clientes, o que isso significa para você?

Portanto, antes mesmo de criar seu site, crie páginas nas mídias sociais que irá utilizar. Comece pequeno e, aos poucos, aumente sua presença na mídia social.

3. Redes sociais pagas

Nesta era digital, o marketing de mídia social paga é uma obrigação para qualquer negócio. As pessoas passam mais tempo do que nunca no Facebook, no Instagram e no Twitter. E, para alcançá-los, você precisa de publicidade paga nas redes sociais.

Facebook, Instagram, YouTube, Twitter, LinkedIn e outras plataformas de mídia social vendem espaço para anúncios.

Normalmente, esses anúncios refletem a plataforma em que aparecem. O Instagram exibe anúncios no feed e nos stories, o YouTube se concentra em anúncios de vídeo rápidos, etc.

Para uma clínica odontológica de pequeno ou médio porte, os anúncios PPC (Pay Per Click – Link Patrocinado em Português) são provavelmente a forma mais econômica de publicidade nas redes sociais.

4. E-mail Marketing e Automação de Marketing

O e-mail marketing é um método de publicidade digital testado e comprovado.

Mesmo com todos os serviços de publicidade online incríveis e aplicativos analíticos de última geração, os e-mails ainda são uma ótima ferramenta de marketing digital para clínicas odontológicas.

Primeiro, sempre obtenha consentimento antes de enviar e-mail aos pacientes. Peça-lhes que se inscrevam no seu boletim informativo após agendar uma consulta.

Ofereça incentivos de baixo custo, como ofertas especiais ou um PDF grátis.

Afinal, uma clínica odontológica vive e morre pela confiança que os pacientes nela depositam.

Se você for muito chato ou agressivo no marketing por e-mail, as pessoas podem ficar menos inclinadas a confiar em você.

Em segundo lugar, personalize seus e-mails tanto quanto possível. Mantenha-os curtos e prenda a atenção dos leitores.

Terceiro, evite chavões baratos como “grátis” ou “economize” ou “negócios incríveis!” As pastas de spam geralmente detectam isso e, mesmo que não o façam, a maioria das pessoas é desanimada por esse tipo de e-mail marketing.

Você também pode automatizar o marketing por email com coisas como Mailchimp e ActiveCampaign. Esses serviços irão ajudá-lo a criar e manter listas de e-mail e oferecer modelos gratuitos para tornar seus e-mails de marketing odontológico super profissionais!

Conclusão

Como você pode ver, o marketing digital eficaz para clínicas odontológicas não é difícil. No entanto, isso precisa ser feito com precisão.

Se você ainda está um pouco inseguro ou simplesmente não tem tempo para se dedicar ao marketing odontológico, considere contratar uma agência ou profissional de marketing.

O importante é que você realmente consiga implementar as ações de marketing e atingir o seu público-alvo para, consequentemente, obter mais clientes.