Retenção de PMPs através de melhor treinamento


retencao-treinamento

Gerenciamento de projetos é uma área de atuação altamente competitiva, e profissionais qualificados e experientes de gerenciamento de projetos são demandados em indústrias de toda natureza. A retenção de funcionários-chave continua a ser um desafio, com as organizações continuamente à procura de formas inovadoras e atraentes para manter seus gerentes de projeto de alto desempenho a bordo.

Um conceito que é muitas vezes esquecido, mesmo em escritórios de gerenciamento de projetos progressistas, é o papel que o treinamento em gerenciamento de projetos tem na retenção de funcionários. Na medida em que a área de atuação de gerenciamento de projetos continua a se expandir e diversificar, não é mais suficiente oferecer aos trabalhadores novas oportunidades de crescimento e progressão na carreira. Gerentes de projeto de alto nível esperam mais por seus esforços, e um programa de treinamento atencioso, centrado no progresso, pode ser um benefício atraente.

Uma iniciativa de treinamento bem desenvolvida contribui para os objetivos de retenção de funcionários de várias maneiras. Um dos conceitos mais óbvios e tradicionais é que uma maior variedade de responsabilidades está aberta aos profissionais quando eles ampliam suas habilidades. Em um nível mais intangível, os trabalhadores também querem se sentir valorizados. Eles estão investindo uma parte de si a cada dia na organização, e eles preferem trabalhar para uma organização que investe neles em troca. Junto com remuneração e condições gerais de trabalho, estes são os tipos de benefícios que gerentes de projetos procuram quando avaliam suas opções de emprego.

Os detalhes sobre o que constitui um treinamento envolvente vão variar de acordo com a organização, mas escritórios de gerenciamento de projetos podem usar as seguintes dicas para maximizar as vantagens de contratação e retenção de seu programa em particular.

O treinamento não pode ser uma reflexão tardia ou um complemento. Os programas que se concentram apenas em competências de base, que não abrangem os mais recentes conceitos em metodologias e melhores práticas, ou que só têm como alvo os membros da equipe de nível júnior, enviam a mensagem de que a organização não acredita verdadeiramente no valor sólido do treinamento de gerenciamento de projetos. Os conjuntos de habilidades necessárias para executar projetos com sucesso continuam a se expandir. As competências transversais, tais como liderança e comunicação, também têm maior importância na medida em que os escritórios de gerenciamento de projetos dependem cada vez mais de equipes diversificadas e distribuídas. Currículos de treinamento devem acompanhar o ritmo, evoluindo para atender às necessidades emergentes.

Não limite o treinamento ao que seu grupo já sabe. Habilidades de nicho e insights sobre as melhores práticas são, por vezes, melhor encontradas fora da organização. Membros da equipe interna são muitas vezes repositórios fantásticos de conhecimento, mas se eles são os únicos que contribuem para o programa de treinamento, então os gerentes de projeto não estarão recebendo a educação integral de que precisam e esperam. Um programa focado somente no conhecimento interno da organização também tem pode limitar a gama de habilidades que os membros da equipe serão capazes de desenvolver. Especialistas externos são, por vezes, o melhor recurso para a formação especializada ou avançada, e uma organização que reconhece o valor de treinadores externos irá definir o padrão para a educação contínua.

Não negligencie o treinamento em tecnologia. Novas ferramentas, plataformas de software, e até mesmo aplicações móveis são muitas vezes investimentos consideráveis. Os gerentes de projeto querem tirar o máximo proveito delas, e o treinamento é frequentemente a melhor maneira de fazer isso acontecer. No entanto, maximizar a eficiência é apenas a ponta do iceberg. A recente safra de ofertas de tecnologia oferece às equipes de projeto o poder de conduzir muito mais exercícios de benchmarking em profundidade, para produzir projeções de custos mais granulares, para aproveitar os dados históricos mais abrangentes, e alocar melhor os recursos finitos. Uma organização que leva a sério a tecnologia também vai lhe dar a atenção que merece, quando se trata de treinamento.

Arranje tempo para treinar. Muitas organizações continuam a amontoar desordenadamente o treinamento entre outras atribuições, limitando toda a equipe no processo. Gerentes de projeto muitas vezes já estão perdendo tempo no escritório e em casa por causa de horários de viagens e outras demandas. Uma empresa que agrava essa questão por não esculpir o tempo suficiente para o treinamento, diminui a satisfação do trabalhador e compromete a capacidade de reter funcionários-chave. O treinamento é uma atividade importante. As organizações devem fazer disso uma prioridade e colocar a ação real por trás dessa missão.

Produzido originalmente pela equipe da PM Alliance

Publicidade