Como coletar requerimentos para seu projeto


requerimentos-projeto

Quando iniciamos um projeto, raramente recebemos um pacote pronto com todas as especificações do que deve ser produzido. Na realidade, eu nunca recebi um projeto assim, e se você recebeu, provavelmente não era o gerente de projetos.

Uma das etapas iniciais em qualquer projeto é a coleta de requerimentos. Ou seja, capturar todas as necessidades, desejos, especificações, manias e fixações pessoais que o cliente, e eventualmente outros stakeholders, tenham em relação ao produto de seu projeto.

Um gerente de projetos, em conjunto com sua equipe, deve saber como reunir estes requerimentos. Iniciar a execução sem ter clareza de um conjunto mínimo de requerimentos é pedir para que o cliente rejeite o produto no final (e você perca seu emprego). O levantamento medíocre de requerimentos é uma das principais causas de problemas nos projetos em muitas organizações.

E como devemos coletar estes requerimentos?  É só fazer umas perguntas para o cliente e formalizar por e-mail? Não é tão simples… mas felizmente também não é muito complexo. No site da Method 1-2-3 (http://www.method123.com) encontrei uma lista de 4 passos para a coleta de requerimentos. Este é praticamente o processo que uso em meus projetos, e pode ser aplicado a projetos de qualquer porte… o que muda é o tempo que deve ser investido em cada etapa e o número de stakeholders envolvidos.

1. Extração

Na fase de extração você precisa torturar seus stakeholders até que eles lhe digam tudo que você quer saber sobre o produto do projeto.

Caso a legislação de seu país não permita isso, então você pode usar ferramentas mais mundanas como entrevistas, sessões com facilitadores, questionários e atividades de brainstorming. O importante é reunir um conjunto de requerimentos, mesmo que ainda não estruturados, suficiente para entender aquilo se que quer produzir. Independente da técnica utilizada, trata-se de fazer as perguntas certas e ouvir atentamente as respostas.

 2. Validação

Será que seus stakeholders estavam sob o efeito de alucinógenos durante a etapa de extração?

A fase de validação dos requerimentos envolve a análise de tudo que foi coltado, incluindo a consolidação das informações e a busca de sobreposições e lacunas. Modelos visuais ajudam a avaliar a integridade dos requerimentos recebidos. No final das contas, o propósito da validação é certificar-se de que a informação veiculada durante a extração representa com precisão as necessidades e expectativas dos clientes e stakeholders.

3. Especificação

Agora vem a parte mais divertida:  escrever um longo documento que ninguém vai ler na íntegra.

Durante esta etapa, a equipe do projeto prioriza e documenta formalmente os requerimentos em um relatório de Definição de Requerimentos. Os requerimentos também são numerados de uma maneira que permite que eles sejam rastreados através do resto do ciclo de vida. Finalmente, eles são verificados para se certificar de que eles finalmente podem ser testados.

4. Verificação

É aqui que você se vinga por ter escrito aquele documento enorme que foi ignorado.

O passo final no processo de coleta de requerimentos é verificar se os requerimentos documentados comunicam com precisão e completamente as necessidades e expectativas do cliente. Os requerimentos são analisados ​​e aprovados formalmente (isso mesmo, aquele cliente que não leu o documento vai ter que ler correndo para assinar a aprovação). Durante este passo, a equipe do projeto também pode desenvolver critérios de aceitação e começar a escrever casos de teste para a solução final.

Apesar de nem sempre receberem a importância devida, bons requerimentos poupam tempo e dinheiro e melhoram a qualidade global do seu produto. Também evitam desastres no meio do caminho, como o cliente dizendo “mas não era isso que eu tinha em mente”

Publicidade


Gerente de projetos e empreendedor com vivência internacional, criador da Rede O Gerente e definitivamente viciado em publicar conteúdo sobre gestão, negócios e tecnologia. Fundador da Avantta, empresa especializada em soluções de tecnologia e gerenciamento de projetos para pequenas e médias empresas. Segundo seu filho, é o melhor engenheiro do mundo.