5 Métodos para coletar requerimentos de projeto


requerimentos-do-projeto

Cada vez mais eu me pego trabalhando em projetos em que os requerimentos não estão claramente definidos. Em alguns casos, um analista de negócios já trabalhou no projeto antes de você e fez o trabalho duro de descobrir o que a equipe quer. Ou o projeto é realmente simples e é fácil enxergar os requerimentos. Ou, mais provavelmente, você estará na mesma posição que eu e vai precisar descobrir os requerimentos antes de poder começar a trabalhar.

Falamos em ‘descobrir’ os requerimentos, porque eles não estão por aí esperando que a gente os pegue. Muitas vezes, os usuários ou clientes não sabem o que eles querem – embora eles tenham uma ideia clara de como eles querem que seja o resultado final – e você tem que trabalhar com eles para definir isso.

Aqui estão 5 maneiras com as quais você pode trabalhar com sua equipe e stakeholders para reunir esses requerimentos de projeto.

1. Reuniões presenciais

As entrevistas são uma das maneiras mais simples de falar com as pessoas sobre o que elas querem. Você pode organizar um encontro cara-a-cara com um dos stakeholders e deixar que lhe conte seus objetivos, e em seguida, trabalhar em conjunto com sua equipe para transformar isso em requerimentos.

Reuniões como esta também lhe dão a oportunidade perfeita para se preparar com antecedência. Nesta fase você provavelmente vai conhecer pouco sobre o projeto, então pode preparar algumas perguntas antes de sua reunião para ajudar ao longo da discussão.

As entrevistas podem ser demoradas porque você tem que se reunir com todos individualmente. Elas funcionam melhor em projetos em que há apenas alguns stakeholders, porque em algum momento você terá de juntar os requerimentos de todos e você pode descobrir prioridades conflitantes. Isso é mais fácil de lidar quando há apenas algumas pessoas envolvidas.

2. Workshops

Workshops são reuniões de requerimentos para mais de uma pessoa – um passo acima das entrevistas mencionadas acima. Reúna um grupo e use suas habilidades de facilitação para ajudá-los a pensar fora da caixa.

O objetivo é sair do encontro com uma visão abrangente dos requerimentos do projeto, embora haja sempre a chance de você descobrir algo mais tarde, na medida em que você transforma essas notas apressadas do workshop em um cronograma do projeto.

3. Telefone

Esta não é minha maneira preferida de levantamento de requerimentos, então eu só a usaria como um último recurso. Você perde muito da linguagem corporal dos encontros face a face, mas é melhor do que nada.

O acompanhamento por telefonemas é bom para verificar a sua compreensão após o evento. Se você realizou recentemente um workshop e não entendeu alguma coisa em suas notas alguns dias depois, essa é a hora de ligar para a pessoa relevante e conversar sobre isso com ela.

4. Grupos de Foco

Os grupos de foco são geralmente usados quando o projeto envolve a entrega de algo para o público. Por exemplo, se você estiver fazendo um novo produto: você vai reunir um grupo de clientes (ou potenciais clientes) e perguntar-lhes o que eles querem do produto antes de começar a construí-lo. Então você tem mais chance de acertar as necessidades do mercado quando o produto vai à venda.

Se você acha que grupos de foco seriam uma boa ideia para descobrir mais requerimentos para o seu projeto, eu recomendo conseguir alguém para ajudar a realizá-los. Você vai querer lidar com a reunião com cuidado, fazer perguntas estruturadas e talvez mostrar uma demonstração ou protótipo. Mesmo que as pessoas presentes estejam fazendo um favor (embora seja comum lhes dar vales ou um pequeno presente como um agradecimento), você vai querer deixá-los com uma impressão positiva da sua empresa.

5. Colaboração online

Você pode usar ferramentas online para ajudá-lo a reunir os requerimentos, mas trabalhar com sua equipe para fazer isso sem usar um software de colaboração pode ser complicado. Quando todos estão compartilhando a mesma visão do seu software de mapas mentais como o resultado de compartilhamento de tela no Skype, por exemplo, vocês pode trocar ideias em tempo real. Além disso, você economiza tempo escrevendo os resultados mais tarde!

Você também pode usar ferramentas de colaboração e softwares de mapas mentais para capturar o resultado de suas reuniões face a face e workshops, deixando-a aberta durante a reunião e nomeando alguém para capturar as informações.

Na realidade, é provável que você poderá usar várias destas técnicas no mesmo projeto, às vezes ao mesmo tempo. Você vai estar ao telefone com alguém e ter seu software de mapas mentais abertos na sua frente. Você estará em um workshop e então vai sair para conversar com uma pessoa individualmente, enquanto o resto do grupo discute outra coisa. Você tem que escolher as ferramentas e abordagens que você sente que irão lhe dar a melhor e mais completa visão do que o projeto deve supostamente entregar.

Uma vez que você entrou em acordo quanto aos requerimentos e montou seu cronograma, você deve se sentir confortável sobre ser capaz de entregar o que seus stakeholders pediram.

Publicidade