Como recuperar projetos fracassados


recuperar-projetos-fracassados1

Conforme eu escrevia meu último artigo sobre a Novopay, um projeto do Ministério de Educação da Nova Zelândia estava também pensando em como alguém pode resgatar tal projeto. O Ministro encarregado, Stephen Joyce, anunciou um fundo de US$ 5 milhões para resolver os problemas. Como isso funcionaria na vida real? As notícias são de que o governo queria seu dinheiro de volta do desenvolvedor do sistema. Isso, junto com o fato de que as relações já estavam em ponto de ruptura, não são fatores de sucesso para um projeto. Portanto, quais são algumas das coisas que precisam acontecer antes que você possa conseguir alguma melhora?

Reconheça as falhas

Quando os médicos tratam de pacientes com abuso de drogas, a primeira coisa que eles tentam induzir nos pacientes é o reconhecimento de que existe um problema. O ambiente em torno de projetos de TI fracassados é exatamente o mesmo. Ele cambaleia de um problema para outro enquanto tenta aplicar remendos para manter as coisas funcionando. Até que as partes estejam dispostas a admitir que existem problemas, não há esperança de uma solução. Se você continuar fazendo as mesmas coisas, não há chance de o resultado ser diferente do que é hoje. É muito provável que alguns dentro do projeto viram o desastre chegando e podem ter manifestado isso. Procure-os para entender o que deu errado.

Afaste-se de decisões emocionais

Uma das práticas básicas de TI é que os desenvolvedores de software não testam seu próprio código. Não é porque eles não são capazes. Na verdade, eles devem ser mais capazes do que qualquer outra pessoa. No entanto, como seres humanos, estamos predispostos a não encontrar lacunas em nossa própria criação. O mesmo é verdade para gerenciamento de projetos. A situação atual é um reflexo de muitas decisões tomadas no decorrer do mesmo. Muitos gestores irão avaliar que as decisões foram corretas naquele momento com a informação de que tinham em mãos. Você precisa mudar os tomadores de decisão de gestão, tanto do lado do fornecedor quanto do cliente, para garantir o progresso. Ao deixa-los intactos, você correrá o risco de que as mudanças necessárias não aconteçam. Se as mudanças acontecem, corre o risco de as pessoas perderem a sua autoridade.  No caso da Novopay, o principal gestor no lado do serviço público, o secretário da Educação Lesley Longstone, já renunciou. Se o mesmo não aconteceu com o fornecedor, isso precisa acontecer.

Aponte para pequenas vitórias

Em um grande fracasso pode parecer um contrasenso procurar por pequenas vitórias. A maioria dos adultos é razoavelmente sensível e não é facilmente enrolado. Eles sabem muito bem que um grande fracasso como Novopay não vai ser resolvido rapidamente. O que você precisa conseguir a todo custo é alguma confiança entre sua base de usuários de que as melhorias estão em andamento e que eles possam ver uma luz no fim do túnel. Quanto maior for a sua ambição, maior o risco de que tudo venha por água abaixo por causa de bases fracas. Identifique como você está procurando melhorar, defina metas de pequenas melhorias frequentes, e tente se comunicar honestamente.

Jogar mais recursos nem sempre é a resposta

Como lendário engenheiro de software da IBM, Fred Brooks Jr, apontou, o software mais confiável é escrito por uma ou duas pessoas. A necessidade de uma produção mais rápida exige muitos mais desenvolvedores e como resultado, introduz complexidades ao projeto. Uma das principais razões do fracasso dos projetos é porque a comunicação é pobre. Colocar grandes equipes trabalhando para resolver o problema, portanto, é mais arriscado do que os projetos originais. É uma tendência comum em projetos: jogar mais recursos em um problema. Isso é apenas uma das piores coisas que você pode fazer em um projeto fracassado.

Esteja preparado para abandonar o projeto

Mesmo com toda a boa vontade do mundo, às vezes você não será capaz de recuperar projetos fracassados. O custo de recuperação pode ser maior do que o de fazer outro projeto a partir do zero. Você pode achar que há mais vontade política a investir na tentativa de corrigir algo do que refazer da forma correta ou abandoná-lo. Tenha cuidado em ser seduzido por isso. É difícil imaginar jogar fora  um sistema como o Novopay, já que isso não pode ser feito sem um sistema substituto para pagar os professores. Neste caso específico, redes de supermercados e indústrias e outras empresas podem ter sistemas com uma série de requisitos semelhantes aos da Novopay, que poderiam ser utilizados para resolver o problema parcialmente no curto prazo. Um sistema totalmente funcional que atende 90% dos requisitos pode ser melhor do que um sistema sujeito a erros concebido para proporcionar 100% dos requisitos.

Você já trabalhou na recuperação de um projeto fracassado?

Autor: Shoaib Ahmed

Artigo publicado originalmente no site ProjectManagers.net

Publicidade