Assassinos de projetos: o cliente indeciso


projetos-cliente-indeciso

Até o momento, cobrimos dois tópicos desta série sobre potenciais assassinos de projetos:

Começar rápido demais – começar o projeto antes de estar realmente pronto para começar e antes de ter sido bem definido pelo cliente e bem planejado pelo gerente de projetos e sua equipe.

O orçamento vago do projeto – ir adiante com o projeto sem um orçamento definido ou um orçamento vago. Sem a meta financeira definida no começo do projeto, o escopo pode mudar e os efeitos financeiros serão difíceis de justificar ou identificar, e sem algum tipo de orçamento o projeto não poderá ser considerado um sucesso financeiro.

Nesta terceira parte, vamos discutir o problema do cliente do projeto indeciso. Um cliente que entra no projeto sem um foco claro dos requisitos de necessidades do projeto vai se tornar para o gerente de projeto e à equipe um alvo em constante movimento. Vamos examinar isso em mais detalhes…

O cliente do projeto indeciso

Um cliente indeciso é tão ruim quanto um cliente mal preparado. Este tipo de cliente costuma ser muito difícil, às vezes impossível de satisfazer. Pior, talvez eles nunca fiquem satisfeitos com nada que você entregue a eles e os critério para aprovação dos entregáveis do projeto talvez seja tão mal definido que você sempre terá problemas para avançar na implantação do projeto.

Se você estiver executando um projeto faseado e seu cliente fica movendo as fases de implementação, isso pode afetar muitas coisas em o seu projeto ao longo do período de execução. Isto pode afetar suas atribuições e alocação de recursos, afetando muito o seu orçamento e cronograma do projeto. Isto pode jogar fora todo o seu processo de planejamento de recursos.

Além disso, o escopo do projeto pode ser um grande problema. Se você tiver um cliente de projeto indeciso frequentemente mudando de ideia sobre requisitos, atribuições, resultados e metas, o efeito global em seu cronograma do projeto pode ser monumental. Cada mudança pode trazer novos riscos, e as mudanças de escopo farão com que haja necessidade de novos pedidos de mudança. Nós todos sabemos que os projetos que exigem pedidos de mudança frequentes e numerosos, que o cliente deve pagar, não costumam resultar em clientes satisfeitos, mesmo se eles são a principal causa para estes pedidos.

Resumo

A chave é administrar bem o cliente e manter as suas expectativas, e suas mudanças, sob controle, se possível. Defina expectativas no início do projeto, e se parecer que o cliente não está a bordo ou se há muitas perguntas sem resposta neste momento, então não inicie a execução do projeto ainda. Um pequeno atraso é muito melhor do que começar com um cliente que ainda não está comprometido com um caminho e objetivos definidos para o projeto. É normal iniciar um projeto um pouco mais tarde, mas começar cedo demais pode levar a um desastre quando você está trabalhando com muitas suposições, poucos fatos e tentando acertar um alvo em movimento.

Autor: Brad Egeland

Artigo publicado originalmente no site da Telerik TeamPulse

Publicidade