O que é Gerenciamento de Projetos e por que você deve se importar?


gerenciamento-de-projetos-empreendedor1

O gerenciamento de projetos parece aparecer na mídia principalmente quando ele falha. Estudos são liberados frequentemente com grande alarde sobre porquê projetos falham. Altos funcionários do governo aparecem nos noticiários para se desculparem por estouro de orçamento em projetos públicos.

Você poderia pensar que gerenciamento de projetos seria algo a ser evitado!

Mas, para um empreendedor essa é uma das habilidades mais importantes que eles precisam. E é uma das habilidades mais importantes que precisam buscar conforme a sua organização cresce. Infelizmente, é também uma das habilidades menos compreendidas que um empreendedor típico traz à tona. E é a última habilidade que consideram ao construírem seus negócios.

O que é gerenciamento de projetos? E mais importante, porque você deveria se importar?

Pode-se pensar, a partir do nome, que gerenciamento de projetos significa gerenciar projetos. No entanto, isto é gestão de portifólio. Gerenciamento de projetos é uma disciplina muito mais difícil e complexa. Neste artigo, vou definir gerenciamento de projetos, e explicar como ele difere da gestão normal de negócios. Ao longo do caminho, vou também explicar por que você, como empresário, precisa incentivar esse desenvolvimento dentro de seu negócio.

Primeiro, vamos tirar do caminho o termo projeto. Um projeto é um esforço de negócio, que produz um produto, serviço ou resultado de caráter exclusivo. Bom, isto ainda não ajuda muito. A maioria das operações de negócios faz isso. No entanto, um projeto tem duas características fundamentais que não são comuns.

Primeiro, ele é temporário. Ele tem um começo e um fim. A maioria das operações de negócios não tem um fim. Ou pelo menos se espera que não. Normalmente, as operações de negócios iniciam durante a fase empreendedora do negócio, mas elas rapidamente se estabelecem como uma rotina permanente. O Gerenciamento de Projetos, no entanto, não lida com a rotina.

Em segundo lugar, projetos são únicos. Eles existem para criar um produto único, diferente de todos os outros produtos. Uma empresa em funcionamento lida com a repetição. Trata da criação do mesmo produto de forma repetitiva. Só desse modo, o processo pode ser refinado.

Construir o seu negócio é um projeto. Ele tem um começo – quando você concebeu o negócio. E tem um fim – quando a empresa se move para as fases de crescimento e estabilidade. E isso cria um resultado único – o negócio.

O gerenciamento de projetos, está relacionado a gerenciar algo sob essas duas condições.

A gestão operacional normal preocupa-se em repetir a mesma coisa durante um longo período. Ela desenvolve as habilidades e conhecimentos adequados para lidar com isso. Por exemplo, um gerente aprende a manter sua equipe feliz e produzir no seu máximo. Ele raramente, ou nunca, lida com a construção inicial de uma equipe. E, espera-se, que ele nunca tenha que lidar com o fim da sua equipe.

O gerenciamento de projetos, no entanto, preocupa-se com a construção de um resultado único em um ciclo de criação, fazendo e dissolvendo. Para isto, são desenvolvidos habilidades e conhecimentos adequados para lidar com o início e o fim de um ciclo. Por exemplo, um gerente de projetos aprende a construir uma equipe e a desmanchar uma equipe. Ele está constantemente nas fases de construção e término, e muitas vezes nunca lida com problemas de uma equipe estática.

Do ponto de vista de um empreendedor, existem dois principais pontos de interesse. Primeiro, a construção de uma empresa é um projeto. Durante esse projeto, o empreendedor estará envolvido tanto em elementos estratégicos como operacionais. Por exemplo, ele ou ela necessitam identificar o nicho de mercado a atingir, e estarão frequentemente envolvidos em vender para os grandes ou até mesmo para todos os clientes. Contudo, a gestão do processo de construção de um negócio é um caso de gestão de projetos.

Mas não termina com a construção do negócio.

Em qualquer negócio, há uma necessidade de se identificar o que está acontecendo em torno da organização e como o negócio deve reagir. Isto é gestão estratégica. Seu foco está nas mudanças e no futuro.

Por outro lado, a organização precisa executar a sua atual função. Esse é o trabalho dos elementos operacionais do negócio. Marketing, contabilidade, produção, estão todos preocupados com o hoje, e com ontem. Seu foco está na continuação e na repetição dos mesmos processos. Mudanças são suas inimigas.

Claro, não se pode permitir que as operações permaneçam funcionando de forma estática. Elas precisam ser dirigidas ou o negócio eventualmente irá falir. Os planos, metas e estratégias identificadas pelos gestores estratégicos precisam ser implementados. Esse é o papel do gerenciamento de projetos. E é por isso que um empresário precisa garantir que as habilidades de gerenciamento de projetos estejam disponíveis para a organização o mais rápido possível.

Autor: Glen Ford é um realizado consultor de gestão projeto, instrutor e escritor. Ele tem mais de 20 anos de experiência como gerente de projetos em projetos tão diversificados como Construção, TI, Desenvolvimento de Software, Marketing e Iniciação de Negócios. Ele é um empreendedor em série que, literalmente, aprendeu a ser um empreendedor no joelho seu bisavô.

Artigo publicado originalmente no site PM Hut

 

Publicidade