Você precisa de uma certificação de gerenciamento de projetos?


certificacao-gerenciamento-projetos

Se você trabalha com gerenciamento de projetos, certamente esta dúvida passa por sua cabeça: uma certificação em gerenciamento de projetos irá impulsionar sua carreira e melhorar sua atuação como gerente de projetos?

Adivinhe qual é a resposta? “Depende…”.

Mesmo que você já tenha alguma certificação, como PMP ou CAPM do PMI (Project Management Institute), você poderia estar obtendo outras certificações mais específicas na área, tanto temáticas (em gerenciamento de riscos, por exemplo) quanto setoriais (aplicáveis a tecnologia da informação, por exemplo).

Em meu trabalho há mais de 10 anos como gerente de projetos, cheguei à conclusão de que uma certificação é muito importante, e realmente pode ajudar sua evolução como gerente de projetos. No entanto, a certificação não deve ser enxergada como algo obrigatório, ou como um documento mágico que automaticamente o transformará em um bom gerente de projetos.

Esta tirinha ilustra bem como eu enxergo esta questão:

1222

Entendeu? Não busque a certificação de forma irracional. Qualquer certificação de gerenciamento de projetos deve ser inserida dentro da uma estratégia de carreira mais ampla, desenvolvida a partir da avaliação das diferentes competências e habilidades que você deve ter para ser um ótimo profissional. Sem esta análise crítica, você pode se ver na situação de passar meses estudando e atendendo às diferentes exigências de uma certificação para depois se perguntar: o que eu faço com isto agora?

Então, em que situações você deveria obter ou não uma certificação de gerenciamento de projetos? A seguir dou algumas sugestões:

Sim, eu devo obter a certificação:

  • Quando sua empresa ou o setor que você trabalha exigirem uma determinada certificação;
  • Quando seu plano de carreira estiver fixado em se desenvolver na área de gerenciamento de projetos no longo prazo;
  • Quando você precisa adquirir habilidades em gerenciamento de projetos, mas tem dificuldades em fazer um plano de estudo e aperfeiçoamento;
  • Quando a empresa em que você trabalha ou gostaria de trabalhar adota práticas formais de gerenciamento de projetos dentro de alguma metodologia específica.

Não, eu não devo obter a certificação:

  • Quando você só quer enfeitar seu currículo sem saber exatamente qual benefício obterá com a certificação;
  • Quando seu chefe ou setor de RH recomenda que você obtenha uma certificação, mas não sabe explicar como isso será útil ou aplicável a suas atividades na empresa;
  • Quando seu setor não exige uma certificação específica e você consegue desenvolver suas habilidades em projetos estudando de outras formas;
  • Quando você não tem certeza se a carreira em gerenciamento de projetos é a certa para você;
  • Quando você prefere adquirir conhecimento de uma forma mais flexível e aberta, sem estar restrito ao rigor de uma determinada metodologia.

E então, o que fazer?

Obviamente, os itens que listei acima não cobrem todas situações. Você pode ter uma situação específica que não se encaixa exatamente no “sim” ou “não”.

O que eu recomendo, nestes casos, é, em primeiro lugar, não tomar uma decisão precipitada. Se você não tem certeza quanto à certificação, esperar mais uns 6 meses não trará impactos negativos a sua carreira.

Mas isso não quer dizer que você deve ficar parado, e que alguma diz uma luz divina vai lhe dizer se deve obter ou não a certificação. Aproveite este tempo para estudar um pouco sobre as certificações. Faça um curso básico ou leia alguns livros sobre o tema, e comece a avaliar a aplicabilidade daquele conhecimento em sua profissão. Se identificar um benefício claro entre a certificação e suas atividades, ótimo, a decisão será fácil.  Se não conseguir fazer este vínculo claro, você ainda estará estudando e desenvolvendo suas habilidades.

No final das contas, mesmo que eu, seus pares ou outros profissionais experientes lhe ofereçam dicas ou sugestões, a decisão final cabe a você. Você precisa estar ciente da demanda de seu atual emprego e de potenciais novos trabalhos, assim como sua vontade de estudar. Você deve levar em conta o quanto isso irá lhe custar (em dinheiro e tempo), e quais alternativas existem.

Além disso, você deverá decidir qual certificação é a certa para você. Você está em início de carreira, tentando provar sua capacidade aos contratantes, ou já tem a intenção de fazer algo que reflita seus anos de experiências adquiridos na função? Existem muitas escolhas, e isto também deve ser analisado com muito critério.

Então, o que você irá fazer? Irá investir em seu futuro através de um certificado em gerenciamento de projetos, ou usará sua experiência e conhecimento adquirido fora do aprendizado formal?

Só para deixar claro (e antes que apareça algum comentário me questionando por algo que eu não disse): eu defendo que o gerente de projetos esteja continuamente estudando e se desenvolvendo em relação às suas habilidades e competências profissionais. O que estou dizendo é que nem sempre a busca de uma certificação é o melhor investimento de seu tempo.

Publicidade


Gerente de projetos e empreendedor com vivência internacional, criador da Rede O Gerente e definitivamente viciado em publicar conteúdo sobre gestão, negócios e tecnologia. Fundador da Avantta, empresa especializada em soluções de tecnologia e gerenciamento de projetos para pequenas e médias empresas. Segundo seu filho, é o melhor engenheiro do mundo.